728 x 90

Yuri Graneiro registra imagens de looks de estilista que entrou para história do século XX ao emponderar a mulher

  • Moda
  • 31/01/2018 - 15:35
  • 3079 Views

As peças de Yves Saint Laurant foram expostas em novo museu em Paris.

Yuri Graneiro é muito mais que um fotógrafo de moda. O profissional é um coolhunter, ou seja, é responsável por identificar, através de pesquisas sociológicas, possíveis futuros padrões de comportamento no que se diz respeito a produtos e consumo. E nada melhor para antecipar tendências que relembrar o passado. É por isso que ele foi até o novo museu em homenagem ao estilista Yves Saint Laurant que entrou para história como estilista do século XX ao transgredir os códigos para emponderar a mulher.

Na visita ao palacete da esquina Avenida Marceau, onde funcionou o studio e atelier do estilista durante 30 anos, o fotógrafo fez uma viagem no mundo da alta-costura onde Yves Saint Laurant confeccionava a revolução da moda para as mulheres ricas que tinham a preocupação em encomendar roupas sob medida para cada ocasião do dia.

Entre 1947 e 2002, Saint Laurent trabalhou no endereço em suas criações icônicas reverenciadas pelo mundo da moda. Foi seu companheiro, Pierre Bergé, que dedicou os últimos dias a transformar o Palacete em um memorias permanente de obras para visitas controladas.

Durante a visita, Yuri Graneiro ficou encantado com 50 looks originais expostos no museu que detém aproximadamente 7.000 peças de alta costura. O smoking, a jaqueta saariana, o trench coat e o macacão inspirado no que os aviadores usavam estão expostos. E ainda pode se ler a frase que seu companheiro falou “Chanel deu a liberdade a mulher, Saint Laurant lhe deu poder”.

Divulgação: Black Comunicação
Foto: Yuri Graneiro