728 x 90

Sarandi se reiventa aos 69 anos. Nova marca e estratégias foram apresentadas à imprensa.

Investimento de R$ 3,5 milhões envolve desde embalagens até novos sabores. Para dar vida ao projeto, a empresa escalou Lincoln Seragini, renomado designer de embalagem.

A estratégia da Fonte Sarandi foi rejuvenescer a marca. Nesta segunda(9/5), a empresa reuniu um time de jornalistas, veículos e convidados num almoço especial no Lucca – Casa de Chef, com curadoria da Embaixada Gourmet.
– A gente fez a última mudança em 1998 com o Lincoln Seragini, e ele sempre alertando que as águas minerais no Brasil precisavam se reinventar. Queremos mostrar ao consumidor que as nossas águas levam saúde e melhores condições de vida. Nossas duas marcas são diferenciadas: a Floresta com um dos menores percentuais de sódio do Rio Grande do Sul e a Sarandi com o melhor PH do Estado – falou Jairo Alberto Zandoná, diretor comercial da Sarandi.

O projeto de reposicionamento da Sarandi levou dois anos entre planejamento e execução. Foram investidos no total R$ 1 milhão em pesquisa e desenvolvimento, R$ 1,5 milhão em tecnologia e maquinário e R$ 1 milhão em marketing e trade de marketing, além da contratação de 50 funcionários nos últimos 12 meses.

A Sarandi redesenhou sua linha de água mineral e refrigerantes e as novidades estão no design das embalagens, rótulos e sabores de seus principais produtos como o refrigerante de guaraná, que chega ao mercado com nova fórmula. O novo formato das garrafas agora é mais apropriado para o manuseio, com o centro de gravidade na região central e teve o peso total reduzido. Nos rótulos foi introduzido um módulo no formato de uma letra ‘S’ de Sarandi, que provoca maior impacto, atraindo a visão em menor tempo. O logotipo traz a letra ‘R’ representando uma fonte e a ilustração realista de frutas. Toda a campanha de lançamento como anúncios, jingles e materiais de ponto de venda foram criados pela agência Martins+Andrade, de Porto Alegre. A assessoria de impressa é assinada por Xarão.

A partir de suas raízes oriundas das fontes das águas minerais, a empresa apresenta o conceito ‘Sarandi – A nossa fonte é a natureza!’, adotando estratégias e ações que visam a contribuir para a qualidade de vida e para a preservação das florestas. A Sarandi dispõe da Estação de Tratamento de Efluentes (ETE), além de uma área de reflorestamento que fornece madeira para as caldeiras com espaço de reflorestamento próprio de 120 hectares. Com o projeto a empresa terá uma redução de 250 toneladas de resina plástica ao ano.

Surpresa! No almoço servido, todos os pratos do menu desenvolvido pelos chefs Marcelo Schambeck e Mauricio Olmi (destaque no programa “The Taste Brasil”) tinham uma marcação indicando o percentual de água utilizado em sua preparação. O objetivo era conscientizar o pessoal sobre a qualidade da água que consumimos. E deu certo! Com muita criatividade líquida e culinária saborosa.

Fotos: Revista Onne & Only