728 x 90

Cirurgia íntima feminina

A cirurgia íntima feminina inclui muitas opções de procedimentos para a melhoria estética e funcional da genitália da mulher. Incrível como este assunto ainda é um tabu para muitas pacientes, que demoram bastante tempo para criar coragem de ir ao consultório médico. Muitas mulheres sofrem com questões relacionadas à estética vaginal durante anos até procurar auxílio.

As alterações mais comuns são: a hipertrofia (crescimento exagerado) dos pequenos lábios vaginais, que costuma aparecer durante a puberdade ou início da idade adulta, a hipertrofia do clitóris, que pode ser consequência de um excesso de estímulo hormonal causado por algum distúrbio endocrinológico ou uso de drogas anabolizantes, e a atrofia dos grandes lábios e da musculatura vaginal, que pode ocorrer após as gestações ou durante a menopausa.
Todas estas situações são passíveis de tratamento. Diversos procedimentos cirúrgicos podem ser realizados para a melhoria estética e rejuvenescimento da genitália feminina.

A LABIOPLASTIA ou NINFOPLASTIA (redução dos pequenos lábios vaginais) é uma cirurgia pouco invasiva e costuma ter uma recuperação bastante curta, devido à excelente e rápida capacidade de cicatrização da região. As cicatrizes ficam imperceptíveis!
A atrofia dos grandes lábios pode ser tratada através do preenchimento com gordura, dando uma aparência mais jovem à região e maior firmeza aos tecidos.

Importante lembrar que todas são cirurgias muito delicadas, por serem realizadas em uma região extremamente sensível. Ou seja, cabe ao Cirurgião Plástico ou Ginecologista todos os cuidados para a realização de uma cirurgia estética e funcional, preservando e protegendo a região de maior sensibilidade da genitália feminina, o clitóris. Os procedimentos devem ser realizados em ambiente cirúrgico adequado, costumam ser rápidos, e a paciente recebe alta poucas horas depois, assim que estiver recuperada da anestesia.

Últimas Colunas

Instagram @revistaonne